Tadeu Alencar: “Não tem resultado bom para o Presidente Temer”

AREZZO GARANHUNS
Presente ao plenário da Câmara dos Deputados para votar pela abertura da investigação contra o Presidente Michel Temer, o deputado federal Tadeu Alencar (PSB) divulgou em suas redes sociais na manhã desta quarta-feira (2) o pronunciamento que fez no final da tarde de ontem, na volta do recesso, sobre o assunto.

"Se qualquer acusação pairar sobre qualquer servidor público, sobre qualquer brasileiro, evidentemente ele tem de ser investigado, ainda mais se tratando da principal função pública desse País, que é a de Presidente da República", diz.

Tadeu alerta que a população brasileira está de olho na sessão de hoje e já mostrou que está interessada que o Presidente esclareça as graves suspeitas que pairam sobre ele. "Por isto, é dever deste parlamento votar pela investigação. O controle social é fundamental para fazer com que este parlamento cumpra seu dever", crava.

Brasília - Para o deputado federal Tadeu Alencar (PSB), qualquer que seja o resultado da apreciação sobre a aceitação ou não da denúncia contra o Presidente Michel Temer na Câmara dos Deputados, o governo e o representante máximo da República sairão extremamente fragilizados deste momento.

“Todos os movimentos que o Governo fez, liberação de emendas, liberação de dinheiro do Orçamento da União, e esta história vai ser contada, só demonstram que o Presidente da República, além de enfrentar graves acusações, ainda usa o dinheiro público para comprar a consciência daqueles que deveriam estar representando o sentimento do povo brasileiro”, afirmou Tadeu citando as pesquisas que apontam 95% de reprovação do Governo e 81% de desejo popular pela abertura das denúncias por parte da Câmara dos Deputados.


Postagens mais visitadas deste blog

Governo de Pernambuco decretou situação de emergência em 62 municípios do interior, Paranatama, Saloá e Capoeiras estão na lista

Secretário de Administração e Planejamento da prefeitura de Paranatama dá esclarecimento sobre o Recadastramento do quadro de funcionários, aposentados e pensionistas do município.

Agreste News: Enilda Leonel agora é 40