Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 21, 2016

Agreste news: PSB discute novas regras eleitorais na Agenda 40 de Garanhuns.

Imagem
Financiamento de campanha, regras para propaganda e novos prazos da Legislação Eleitoral foram alguns dos temas discutidos durante a Agenda 40, realizada pelo PSB estadual na tarde deste sábado (21), em Garanhuns. Prefeitos e presidentes municipais do partido em 24 municípios do Agreste receberam orientações de como proceder durante o período da eleição, que foram repassadas pela equipe jurídica do partido, sob a responsabilidade da advogada Diana Câmara, e por um convidado técnico especializado em Legislação eleitoral. 
A propaganda eleitoral foi um dos assuntos que mais geraram dúvidas entre os militantes. A partir deste ano, propagandas fixas ganharam limitações. Não estão permitidas pinturas em muros e publicidade que ultrapasse o tamanho 50cm x 50cm. Os cavaletes também estão proibidos. “A eleição de 2016 será diferente de todas as outras, em especial pela restrição e arrecadação e valores gastos. Isso vai fazer com que a Internet seja utilizada de forma mais intensa, com destaque…

Agreste news: PSB de Garanhuns registra moção de apoio a João Campos.

Secretário de Organização do PSB, João Campos recebeu moção de apoio de representantes do partido em 24 municípios do Agreste que participaram da Agenda 40 da região, realizada na tarde deste sábado (20), em Garanhuns. Durante o evento, o presidente municipal do PSB, Nivaldo Azevedo, fez uma defesa da trajetória de João Campos, que assumiu recentemente a chefia de gabinete do governador Paulo Câmara (PSB). O ato reuniu integrantes da Executiva estadual do partido, incluindo o presidente Sileno Guedes.
Nivaldo lembrou o preconceito contra Eduardo Campos, que ainda jovem assumiu a mesma função desempenhada agora por João. “Nos últimos dias, assistimos a uma agressão desmedida contra o companheiro João Campos nas redes sociais. Um sinal de desrespeito e desconhecimento da sua atuação dentro do Partido Socialista Brasileiro”, disse. “Eduardo Campos também sofreu com a visão preconceituosa daqueles que não conheciam a política. Se não tivesse seguido em frente, não teríamos tido a oportunid…