Agreste news: STF julga nesta quinta ação sobre a 'pílula do câncer'

O Supremo Tribunal Federal julga nesta quinta-feira (19) uma ação da Associação Médica Brasileira (AMB) que questiona a lei que libera o porte, o uso, a distribuição e a fabricação da substância, supostamente eficaz no combate contra tumores.

O texto permite que pacientes diagnosticados com a doença usem a fosfoetanolamina por livre escolha e foi sancionada pela presiendete afastada Dilma Rousseff. Mas a comunidade científica criticou a sanção pela liberação de um composto que não tem registro na Anvisa em eficácia comprovada.
A fosfoetanolamina foi distribuída gratuitamente durante décadas para pacientes mas, em abril o presidente do STF, Ricardo Lewandowski autorizou que a USP interrompesse o fornecimento das pílulas.

Para o presidente da AMB, Florentino Cardoso, foi a pressão popular que levou a lei a ser aprovada em tempo recorde no Senado, dando poderes ao parlamentares para pôr em risco a saúde da população. "A Anvisa é que tem que regular, não é um deputado, um senador. Estamos sendo motivo de chacota no mundo inteiro." Afirmou Cardoso.


Já para o imunologista Durvanei Augusto Maria, a aprovação é uma conquista popular, onde o.s direitos dos doentes são finalmente reconhecidos. "Como cidadão, acho que é o primeiro momento que a população portadora de uma doença grave se mobilizou para ter um acesso a um composto que pode propiciar uma maior condição de vida, sem sequelas. É um marco importante.".

Postagens mais visitadas deste blog

Lamentável: Jovem de Paranatama morre em acidente de moto

Janailton Roldão foi encontrado morto em apartamento em Garanhuns

O município de Paranatama está de luto com a morte de Cinalda Lima