Agreste news: Homicídios cresceram 30% em três anos, denuncia Oposição

O número de homicídios em Pernambuco cresceu 30% nos últimos três anos, segundo dados do monitoramento realizado pela Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), com base no sistema de registro de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) da Secretaria de Defesa Social do Estado (SDS). Segundo os números da SDS, entre janeiro e abril de 2013 foram registrados 1.083 homicídios no Estado, contra 1.412 nos quatro primeiros meses deste ano, o que representa um aumento de 329 casos.

Imagem inline 2

Líder da Oposição, o deputado Silvio Costa Filho (PRB) destaca que desde o início do atual governo os parlamentares da Bancada vêm alertando para o crescimento da violência. “Realizamos audiências públicas e reuniões com vários representantes da área de segurança pública, além de cobrar do Governo a adoção de medidas para conter a escalada da violência, com a reformulação do Pacto pela Vida, que desde 2014 vem dando sinais de esgotamento”, relatou o parlamentar, acrescentando que as únicas medidas práticas adotadas pelo Estado foram a troca do comando da PM e a substituição dos titulares de delegacias especializadas.

No Recife, apesar de a Prefeitura do Recife ter alardeado a criação de uma secretaria para auxiliar no combate à violência (Segurança Urbana), os resultados na cidade são alarmantes, com crescimento de 29% desde 2013, quando foi criada a pasta. Ao todo, foram registrados na Capital 212 assassinatos entre janeiro e abril deste ano, 48 casos a mais que os 164 registrados no mesmo período de 2013.

Imagem inline 3

“Os números mostram que as ações anunciadas por Geraldo Júlio ficaram só no papel e na propaganda eleitoral. O Compaz, experiência importada da Colômbia, é um bom equipamento auxiliar na redução da violência, mas das cinco unidades prometidas pela administração municipal, apenas uma saiu do papel. E apenas agora, no último ano da gestão do PSB à frente da Prefeitura do Recife”, destacou.

Segundo o parlamentar, o Estado de Alagoas conseguiu reduzir o número de homicídios em 23% em 2015, apesar de enfrentar o mesmo quadro econômico adverso que Pernambuco, enquanto aqui houve um crescimento de 13%. “Esses resultados, tão distintos, mostram que quando o combate à violência é tratado como prioridade de Estado, coordenada pelo próprio governador, as iniciativas dão resultados. Mas aqui em Pernambuco o governador e o prefeito têm optado por terceirizar as responsabilidades, não se envolvendo diretamente na construção de uma agenda propositiva para o Estado”, criticou.

Silvio defende um amplo debate sobre a violência, com o envolvimento dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além de toda a sociedade civil e dos representantes dos agentes de segurança do Estado. “Precisamos colocar a segurança pública de Pernambuco novamente no eixo. E isso só acontecerá com a repactuação do Pacto pela Vida, valorização dos profissionais da área e adoção de medidas efetivas para resolver o problema. Desde o início da gestão Paulo Câmara temos chamado a atenção para o problema e, ainda hoje, esperamos uma resposta do Governo”, cobrou.

Postagens mais visitadas deste blog

Lamentável: Jovem de Paranatama morre em acidente de moto

Janailton Roldão foi encontrado morto em apartamento em Garanhuns

O município de Paranatama está de luto com a morte de Cinalda Lima