Agreste news: Em Curitiba, Silvio conhece projetos e ações da Prefeitura

O deputado Silvio Costa Filho se reuniu com o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, nesta segunda-feira (30). A capital paranaense foi a terceira cidade visitada pelo pré-candidato à Prefeitura do Recife na sua agenda de vistas a capitais do País para conhecer experiências exitosas que servirão de subsídios para o futuro plano de governo. Já foram visitadas as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro e ainda estão no roteiro as cidades de Salvador e Petrolina.

Em Curitiba, um dos focos da visita foram os programas sociais da gestão Fruet. Chamou a atenção de Silvio o projeto Condomínio Social, uma espécie de abrigo para a população que dorme nas ruas. Além de proporcionar um espaço para quem mora nas ruas, a inciativa, que é pioneira no País, tem foco na requalificação profissional e inserção no mercado de trabalho. “O diferencial dessa experiência, uma das muitas carências do Recife na área social, é a proposta de reintegração à sociedade. O Condomínio não é apenas um lugar para os moradores de rua dormirem à noite e fazerem suas refeições”, comparou.

Outro projeto destacado durante a visita do deputado pernambucano foi o Portal do Futuro, equipamentos espalhados pela cidade que integram a prática de modalidades esportivas, reforço escolar e formação profissionalizante. “No Recife há uma grande carência de espaços voltados ao lazer dos jovens, sobretudo das classes mais baixas. O Portal do Futuro pode preencher essa lacuna, oferecendo estrutura para a prática esportiva e para o lazer, seguindo o mesmo princípio adotado em Curitiba e outras capitais”, avaliou.

Na área de segurança, Silvio conferiu o funcionamento da Guarda Municipal curitibana, que há mais de 20 anos atua armada em parceria com a Polícia Federal e conta com amplo reconhecimento da sociedade. “Eles utilizam armas de fogos e equipamentos não letais e auxiliam a Polícia Militar promovendo a segurança em locais e equipamentos públicos, como parques, praças e escolas. Esse é um debate que precisamos ter no Recife”, avaliou.

INFRAESTRUTURA URBANA

No dia a dia da cidade, o desafio de Gustavo Fruet é humanizar os espaços públicos. Modelo em planejamento urbano, desde a década de 70, Curitiba tem trabalhado para ampliar a malha cicloviária, hoje com 190 km de extensão, e integrar os modais de transportes, com a convivência de corredores exclusivos para ônibus, BRT e ciclovias. “No trânsito, a administração da capital paranaense tem adotado o conceito de vias acalmadas, com a redução da velocidade máxima funcionando com indutor da convivência pacífica entre pedestres, ciclistas e motoristas”, relatou.

Servindo de inspiração para mais de 220 cidade no mundo, inclusive para o Transmilênio de Bogotá, o sistema de transporte público de Curitiba tem como tarefa a sua manutenção. “Hoje trabalhamos com ônibus convencionais, articulados e biarticulados, mas o crescimento populacional nos obriga a avaliar outros modais, como o metrô, o VLT (veículo leve sobre trilhos) ou o VLP (veículo leve sobre pneus). O BRT é um bom modal, mas possui um limite de transporte de passageiros, que é de 15 mil passageiros por hora”, explicou o secretário de Planejamento e Administração da Prefeitura, Fábio Scatolin.

Administrativamente, Fruet optou por abrir mão de grandes obras, concentrando os recursos da Prefeitura nos serviços prestados à população, abrindo mão de grandes obras para marcar a gestão. “No cenário econômico que vivemos atualmente, manter a cidade e o atendimento à população deve ser encarado como principal desafio de um prefeito. As administrações municipais estão sendo obrigadas, cada vez mais, a assumir funções que não eram suas e o gestor precisa fazer a opção pela população”, avaliou Fruet.

“A Prefeitura de Curitiba funciona com 17 secretarias e apenas 400 cargos comissionados para administrar uma cidade de 2 milhões de habitantes, enquanto o Recife possui 24 secretarias e mais de 3 mil comissionados para uma população de 1,6 milhão de pessoas. Isso mostra o inchaço da Prefeitura e o empreguismo que se observa na atual administração. O que defendemos para o Recife é reduzir o tamanho da máquina administrativa para recuperar a capacidade de investimento e priorizar os recursos municipais para o atendimento à população, manutenção da cidade e a oferta de serviços. Além de buscar parcerias com a iniciativa privada e com os governos Federal e estadual para investimentos em infraestrutura,” defendeu Silvio.

Postagens mais visitadas deste blog

Lamentável: Jovem de Paranatama morre em acidente de moto

Janailton Roldão foi encontrado morto em apartamento em Garanhuns

O município de Paranatama está de luto com a morte de Cinalda Lima