Agreste news: Miguel defende investimentos públicos e engajamento da população contra desperdício de água

FOTO: Roberto Soares/Alepe​
O deputado estadual Miguel Coelho aproveitou o Dia Mundial da Água, comemorado nesta terça (22), para alertar sobre o aumento de desperdício em Pernambuco e no resto do país. O parlamentar cobrou mais investimentos na fiscalização e reestruturação do sistema de abastecimento do estado, além de uma participação mais efetiva da sociedade para diminuir a perda de água.

Para reforçar o posicionamento, Miguel citou um levantamento divulgado semana passada pelo Instituto Trata Brasil, no qual foi constatado o aumento de perda de água de 5% em relação ao ano anterior. O deputado lembrou ainda que municípios como Petrolina (35,5%), Caruaru (43%) e o Recife (57%) apresentam altos índices de desperdício.

A solução segundo o socialista é a união do estado e sociedade no combate à perda de água com maior volume de recursos e fiscalização. “Precisamos de investimentos robustos para entregar uma água melhor às localidades mais distantes. O Brasil gasta por ano cerca de R$ 8 bilhões por conta do desperdício. Não podemos permitir, principalmente, numa realidade como a do Nordeste, que um bem tão escasso se perca por falta de investimento ou negligência”, defendeu.

Apesar de reconhecer o avanço no trabalho promovido pela Compesa nos últimos anos, Miguel lembrou que existem muitas fragilidades como vazamentos e redes obsoletas. “A Compesa é considerada a melhor empresa do setor no Brasil, mas se existe um desperdício tão grande de água é sinal de que ainda muito precisa ser feito. Levar água tratada para aqueles que não têm é investir na saúde das nossas crianças e de toda a população”, defendeu o deputado.

Pesquisa - Na semana passada, o Instituto Trata Brasil apresentou um levantamento envolvendo 100 grandes cidades do país. A pesquisa apontou que em cada 10 grandes cidades brasileiras, 7 perdem 30% ou mais de toda a água tratada. Ainda segundo o estudo, das 100 cidades analisadas, apenas sete perdem 15% ou menos da água faturada - índice apontado como ideal. Em Pernambuco foram avaliadas Petrolina (35,5% de perda), Jaboatão (39,7%), Caruaru  (43%), Olinda (48,6%), Paulista (53,4%) e Recife (57%).

Postagens mais visitadas deste blog

Lamentável: Jovem de Paranatama morre em acidente de moto

O município de Paranatama está de luto com a morte de Cinalda Lima

Governo de Pernambuco decretou situação de emergência em 62 municípios do interior, Paranatama, Saloá e Capoeiras estão na lista