Brasil enviou zika vírus para a Itália

Do Msn
Dois meses antes de o governo brasileiro confirmar, através do Ministério da Saúde, a circulação do zika vírus no país, o Brasil acabou por exportar o vírus para a Itália, em março, através de um morador de 60 anos que passou 12 dias em Salvador (BA) de férias.
Pesquisadores do país europeu publicaram um estudo no períodico "Eurosurveillance", especializado em epidemiologia, vigilância e prevenção, de acordo com a Folha de S. Paulo. Ao retornar à Florença, sua cidade Natal, o homem apresentou quadro de febre de até 38º, manchas vermelhas pelo corpo, conjuntivite e fraqueza após quatro dias. Testes para dengue, febre amarela, chikungunya, parvovírus e zika vírus foram realizados no doente, por conta do quadro apresentado e da viagem a uma região endêmica. Os resultados detectaram zika e os sintomas desapareceram após uma semana.
A pesquisa reforça as suspeitas de especialistas brasileiros, que já desconfiavam da presença do zika vírus antes de sua identificação. "Esse trabalho (italiano) é ótimo. Mostra que em março o vírus já circulava na Bahia, exatamente como nosso grupo havia demonstrado", alega o virologista Gubio Soares, da UFBA.

Postagens mais visitadas deste blog

Lamentável: Jovem de Paranatama morre em acidente de moto

Janailton Roldão foi encontrado morto em apartamento em Garanhuns

O município de Paranatama está de luto com a morte de Cinalda Lima