Psicóloga Vanessa falou da importância do CAPS “Centro de Atenção Psicossocial” para o município de Paranatama

 

Psicóloga Vanessa falou da importância do CAPS “Centro de Atenção Psicossocial” para o município de Paranatama

Em entrevista ao blog Agreste News, a Coordenadora de saúde mental do município de Paranatama, Psicóloga Vanessa falou da importância do CAPS “Centro de Atenção Psicossocial” para o município e os serviços disponíveis no mesmo.

O Centro de Atenção Psicosesocial foi inaugurado na manhá dessa quinta – feira em Paranatama, para ver as fotos do evento e a matéria completa, CLIQUE AQUI!

Agreste News: Psicóloga Vanessa, o que de fato é o CAPS?

Psicóloga Vanessa falou da importância do CAPS “Centro de Atenção Psicossocial” para o município de ParanatamaPsicóloga Vanessa - A CAPS, A palavra significa, Centro de Atenção Psicossocial, e no nosso município de Paranatama é o CAPS Entre Rios e tem como objetivo atender as pessoas que sofrem psiquicamente, em saúde mental as pessoas que sofrem psiquicamente são aqueles que tem transtorno mental severo e persistente e também as que fazem uso e abuso de craque, álcool e outras drogas, faz parte da política de saúde em nosso país, a reforma psiquiátrica, que é tratar essas pessoas com a família e a comunidade e a redução de danos, que não é necessariamente abstinência, pra pessoa deixar de usar o craque, álcool ou outras drogas, ela pode está junto com o tratamento mas sem prejudicar a pessoa o tratamento e a comunidade. O CAPS representa uma serie de estratégias que podem ser feitas para tratamento de saúde mental e que tentam visar sempre a família, o sujeito, o que ele pode oferecer como terapêutico e a sociedade Paranatama que o chamamos de responsabilidade sanitária, o município cuida dos seus municips, para atender a população de Paranatama, cuidando das pessoas.

Agreste News: Quais exatamente são os serviços que estão disponíveis no CAPS?

Psicóloga Vanessa - Os serviços disponíveis no CAPS é toda a Rede, começa pelaPsicóloga Vanessa falou da importância do CAPS “Centro de Atenção Psicossocial” para o município de Paranatama rede do município do estado se for o caso. Fora do serviço é o PSF, o CEO, Hospital do município, dentre outros e dentro do CAPS, vamos ofertar atividades como oficinas, grupos terapêuticos, grupos de direito e cidadania, saúde e educação, atendimentos individuais, visitas domiciliares, passeios terapêuticos, vai ter uma médica que irá fazer todo trabalho da medicação, a enfermeira que irá fazer todo trabalho de educação e saúde, o Arte educador que vai fazer as oficinas e produzir coisas aqui dentro do CAPS pra essas pessoas venderem e fazerem em casa, é um trabalho de reabilitação psicossocial, trabalhando o corpo e a mente o tempo todo.

Agreste News: Quantos profissionais estão envolvidos no CAPS?   

Psicóloga Vanessa falou da importância do CAPS “Centro de Atenção Psicossocial” para o município de ParanatamaPsicóloga Vanessa - São em torno de oito pessoas, é uma equipe multiprofissional e interdisciplinar, isso significa que são variadas especialidades mas se articulam entre si ninguém trabalha individualmente, vai ser uma médica, com especialização em Psiquiatria, uma enfermeira, uma técnica em enfermagem, psicólogo, educadora física, Assistente social e eu sou a Coordenadora, porque o serviço também irá demandar muita documentação, o Coordenador fica só pra isso, coordenar a casa e a equipe, mas é um trabalho com várias especialidades que parte da visão que a pessoa que sofre de transtorno mental ela não tem só a questão psiquiátrica, ela tem um corpo e esses vários profissionais integrados.

Agreste News: Como o serviço é novo no município, como Coordenadora, quais os maiores desafios ?

Psicóloga Vanessa - A família e a comunidade porque eles ainda tem no imaginárioPsicóloga Vanessa falou da importância do CAPS “Centro de Atenção Psicossocial” para o município de Paranatama deles a ideia de que se a pessoa é louca ela tem que ser tratada fora, achando que o tratamento é exclusão e não se faz mais isso, o serviço é novo, na região Agreste Meridional é tudo muito novo, Saloá inaugurou em dezembro, Capoeiras também em dezembro, Caetés estará inaugurando em abril é tudo muito novo, mais é possível. O principal desafio eu acho que vai ser esse, a família e a comunidade. Queremos mostrar que o trabalho hoje é de inclusão e não exclusão, tem famílias na África que quando uma pessoa na família começa apresentar delírios, alucinações, que entra nessa questão da loucura mesmo, a família não trabalha com medicação, os vizinhos passam a ir mais na casa dele, é ai que a família procura mais a comunidade, quando passa a crise essa pessoa não adoece mais, então não entra a medicação, que aqui no nosso país agente trabalha com a medicação, estou falando da África outra experiência, mas lá eles trabalham com o coletivo, então a ideia hoje é essa de inserir as pessoas, de incluir as pessoas com transtorno mental para que ela consiga ser sujeito, cidadão e autônomo e consiga com tratamento humanizado, essa também é a proposta.

Agreste News: Quais são suas palavras para as pessoas do município de Paranatama, que acompanham meu blog?   

Psicóloga Vanessa falou da importância do CAPS “Centro de Atenção Psicossocial” para o município de ParanatamaPsicóloga Vanessa - Para as pessoas que acompanham seu blog eu digo que o CAPS está de porta abertas, a demanda espontânea por encaminhamento, você não percebe que está doente, mas um profissional do PSF percebe e vai indicar o serviço, isso foi trabalhado ano passado, então, estamos de portas abertas pra receber as pessoas, as vezes a pessoa só precisa de um acompanhamento, não precisa de medicação, então procure o serviço que agente acolhe e o acolhimento do serviço é escuta e resolutividade admitindo a pessoa para o CAPS ou encaminhando para os outros serviços, nossa rede municipal de saúde está crescendo e ficando fortalecida, então pode procurar pra esclarecimento, encaminhamento, pra ficar, o CAPS é uma passagem, não precisa ser algo recorrente na vida das pessoas, das famílias, é uma passagem onde as pessoas vão aprender lhe dá melhor com essa dificuldade, cuidando, eu acho que fica esse recado, o acolhimento que queremos dá pra essas pessoas, de uma forma diferente a partir de hoje. A partir de hoje acredito que Paranatama tem um serviço de referencia em saúde mental e que pode acolher esses casos com segurança com certeza.

Agreste News: Quais dias e horários estará funcionando o CAPS?

Psicóloga Vanessa - Pela portaria 336 do Ministério da saúde e a 3088 que também é do Ministério da saúde, onde o CAPS tipo um, que é o nosso, são três tipos de CAPS o nosso é o tipo um, que recebe transtornos mentais, craque álcool e outras drogas, de acordo ambas as portarias o CAPS tipo um funciona de segunda a sexta, das 08 as 18 horas, ou seja se você tiver uma ocorrência no final de semana vai acionar outro equipamento da rede, que endereça pra gente, mas de segunda a sexta, ficaremos atendendo como referencia municipal de saúde mental.

Postagens mais visitadas deste blog

Lamentável: Jovem de Paranatama morre em acidente de moto

Janailton Roldão foi encontrado morto em apartamento em Garanhuns

O município de Paranatama está de luto com a morte de Cinalda Lima