Noite de abertura do FIG 2014 teve alma feminina

 

Noite de abertura do FIG 2014 teve alma feminina

Intuição, coragem, sensibilidade… essas e tantas outras características são traços essenciais do feminino. A força motriz que gera o mundo, dá lhe sustentação e é o eixo fundamental da natureza humana. E é essa alma essencialmente feminina que abriu os caminhos do 24º Festival de Inverno de Garanhuns. Na noite de ontem (17), durante a abertura oficial do festival. Quatro mulheres subiram ao Palco Mestre Dominguinhos. E sob o comando da beleza e força femininas, tem início essa jornada de arte e cultura que tomará conta de Garanhuns pelos próximos 10 dias. Com vocês: Valvulados e Gabi da Pele Preta, Carminho, Alessandra Leão e Vanessa da Mata.

A atração internacional da noite veio do outro lado do Atlântico e trouxe a tiracolo a dolência e delicadeza do fado. A cantora portuguesa Carminho chegou a Garanhuns com um repertório calcado na fina flor do mais representativo estilo musical lusitano, conhecido no mundo inteiro. Tradição das mais fortes em terras portuguesas, o fado ganhou novos ares na voz desata jovem cantora de 29 anos, que vem chamando a atenção de vários artistas brasileiros, entre eles, Chico Buarque, Nana Caymmi, Caetano Veloso e Milton Nascimento. Entre críticas elogiosas e um merecido reconhecimento em Portugal e no Brasil, Carminholevou a Garanhuns um repertório baseado nos seus dois discos, “Fado” (2009) e “Alma” (2012).

Na sequência, subiu ao palco a pernambucana Alessandra Leão. A voz forte e melodiosa da cantora, compositora e musicista traça uma linha de resgate das nossas tradições populares. Com três CDs solos gravados – “Brinquedo de Tambor” (2006), “Folia de Santo” (2008) e “Brinquedo de Tambor” (2009) – ela traz em sua música os terreiros de Xangô unidos às cordas das guitarras elétricas, num diálogo que coloca à prova nossa capacidade de conectar-se às nossas raízes sem se perder do que ecoa em contemporaneidade.

Encerrando a noite feminina que abriuo Palco Dominguinhos no 24º FIG, já varando a madrugada foia cantora Vanessa da Mata. E ela veio com novidades. É o seu novo CD, “Segue o Som”, recém-saído do forno. Sétimo disco de carreira da matogrossense (incluindo o disco tributo a Tom Jobim), o trabalho foi produzido pelo requisitadíssimo produtor carioca Kassin, responsável pela sonoridade de grande parte dos trabalhos mais modernos da música brasileira dos últimos anos. No show ela apresentou canções de “Segue o Seco” e, óbvio, os grandes sucessos que são cantados em coro por todo o Brasil e, com certeza, estarão na ponta da língua do público desta noite: “Ai, ai, ai”, “Amado”, “Não me deixe só” e “Ainda bem” devem estar no repertório da cantora.

Quem abriu a noite foia prata da casa – o grupo Os Valvulados –, que convidam mais uma voz feminina para subir ao palco, a cantora caruaruense Gabi da Pele Preta.

Confira os horários da programação desta noite (18) do Palco Dominguinhos

21h – Azulão e Azulinho

22h– Waldonys (Portugal)

23h10 – Elba Ramalho e Geraldo Azevedo

0h30 – Show em homenagem a Dominguinhos com Liv Moraes, Mariana Aydar, Guadalupe, Sandro, Nadia Maia e Elba Ramalho

Fonte: Secretaria de Cultura de Pernambuco

Foto: Marcelo Lyra

Postagens mais visitadas deste blog

Lamentável: Jovem de Paranatama morre em acidente de moto

Janailton Roldão foi encontrado morto em apartamento em Garanhuns

O município de Paranatama está de luto com a morte de Cinalda Lima